O deslizante pensamento é catastrófico. Sentiu-se a luz solar enfeitiçar a pele e cada raio potencializou a tarde enevoada pelos pensamentos inconclusivos. De um reflexo mal idealizado correu os olhos na busca pelo interior desmaterializado. A ranhura evidente detonou a canção assombrada. As notas desejaram que o pequeno momento, inicialmente vago, se tornasse uma memória inquestionável e por vezes intensa como um carrossel de ar. Cada quebra é uma referência ao inusitado e cada embelezamento é um ideal fracionado. Que utopia pensar no além-mar em dias de inverno. Caminhei por pedras sentimentais que evasivas provocaram deslizes intensos sob meus pés. O ar é pesado por carregar problemas demais em seu flutuar. A lua é solitária por opção sincera. Acordo em meio a um nada infinito cheio de sensações experimentais. Fazemo-nos em dois diante da claridade da imagem espelhada. As ranhuras são curáveis. Os males são incapazes. E as palavras são secas folhas amassadas por histórias esquecidas na poeira do evoluir.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s