“aversão
a.ver.são
sf (lat aversione) 1 Repugnância invencível. 2 Animosidade, antipatia. 3 Nojo, asco. Antôn (acepções 1 e 3): atração; (acepção 2): simpatia, afeição. A. de morte: ódio figadal.”

Não chega a um “ódio fidagal”, mas a antipatia se aconchega como uma velha amiga durante as longas crises extremistas sentimentais. A folha me olha tão pálida e vazia, tão rasa e frágil, e apenas a esmago novamente em meio aos rabiscos incompletos e desajeitados. As cores não fazem volume e tornam a velha tela um canto superficial e estático. O concreto é apenas um monte de partículas despedaçadas e seu encaixe é solitário em meio a humanidade. Um bloqueio fatal. Ah! Aí está o extremismo barato. Essa repugnância ao falso, essa descrença singela, essa falta de bom senso. Olhei o caos, coitado! Egocêntrico como sempre. Não sabe que o estresse o pertence apenas por não saber escolher bem as palavras no dicionário. Este parágrafo podia ser infinito, até porque de lamentações nós nunca estamos fartos. Contudo, para o bem dos meus leitores ficarei por aqui, nesse inacabado sentimento que vem e volta da mesma forma que surgem as segundas-feiras desastradas.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s