É um tempo mal interpretado pelas mentes alheias ao fato. A rapidez é uma doença incapaz de contar os sentimentos. Foi cientificamente provado que almas falsificadas correm o risco de sofrer um infarto intelectual. Talvez o coração não sinta as falhas interiores, nem busque uma ligação com seu passado decapitado e provavelmente esteja alienado pelo seu ritmo acelerado. Se por um acaso, os segundos fracionados tornarem-se enlouquecidos dias amargos o significado está claro, o remédio resulta em doses imensuráveis de viagens interplanetárias fantasiosas. Os incidentes casos de pragmatismo cerebral tiveram fins inconclusivos principalmente pelas sobras de desleixadas horas vagas. “Tic tac” disse o relógio de pulso amaldiçoado pelo senhor do tempo que choroso e mimado não ganhou a calmaria espiritual que tanto desejava de natal. A janela está embaçada, os olhos estáticos, os pés apressados, os sentidos desatualizados, o corpo preso a um contrato e a vida grita: “Me deixa sair desse seu sufoco, me deixa ser, me deixa existir!”.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s