A impaciência de uma vida que floresce em um inverno rigoroso. Cada semente de dúvida faz crescer múltiplos desesperos sem fundamento. E a loucura já não é mais a mesma, a medida já não faz diferença e agora a procura é por um sentido inexistente. Os sonhos se tornaram confusos e amargos, pois o que se temia durante o dia procurava aconchego nas noites escuras. O corpo pede inconsciente um descanso dessa mente desestruturada.

Nos pensamentos chuvosos foram alagadas as margens da sanidade. E ao correr sem rumo as pernas se enfraqueceram pela falta de bons alimentos. Tudo se afastou do que proporcionava  paz e movimento. A cabeça desejava apenas o esfarrapado travesseiro que abafava os impulsivos conflitos internos.

Mas sem perceber, a mente cedeu. O dilúvio se fez carregado de desilusões. Então o mundo, naquele momento, parecia imenso e insosso. As palavras guardadas e amassadas pelo tempo foram expelidas sem mais nem menos. E foi o fim da picada. Literalmente.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s