Aside

Parece um peso. Uma sensação. Um animal faminto à procura de alimento. Um fundo poço que parece infinito e escuro. São os olhos de uma alma paranoica e neurótica. Talvez a quantidade exorbitante de pensamentos mal acabados e absurdos contribua para essa loucura alienada. As noites são as piores, ou as melhores. Tudo parece impossível e ao mesmo tempo tão próxima da realidade. É provável que as possibilidades sejam assustadoras e que as novas descobertas não excedam as expectativas, contudo meu corpo e mente tentam se adaptar à diferentes fases.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s