Aside

Destrói a própria alma sem a menor coerência. Edifica prazeres mal calculados e faz deles seu modo de vida. É uma alma amargurada e falsificada, incompleta e desiludida. Não tem nem a capacidade de coligir os códigos perdidos pelo tempo efêmero. A acidez percorre esse corpo frívolo e covarde. Suas palavras são imundas e carregam os piores pesadelos de um ser solitário. Em um mundo vasto, os caminhos são longos, contudo as pernas são descuidadas e acabam parando em lugares caóticos e incontroláveis. Se existe emoção, é apenas o vapor quente de uma chaleira que ferve sem cogitar. Nega a própria existência. De sua boca surgem linhas cálidas e fatais para os ouvidos mais surdos e débeis. Mesmo que procure, é possível que jamais ache aquilo que se busca em um mero olhar.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s