Aside

A face da alma faz de um corpo algo vivo. Essa substância imaterial guarda os sentimentos mais insanos, projeta os pensamentos mais estranhos e constrói um indivíduo imperfeito. O ser oco vive na busca do que o habita. Ele não sabe e sofre sem compreender a causa de sua angústia. Como poderia sentir sua alma pálida e vaga, tão fútil e aparentemente desnecessária, se o que investiga não existe no seu próprio eu?

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s